Acredite mais em você e menos nos outros

0

Ontem a filha de uma grande amiga minha que hoje já é uma mulher de 22 anos, tuitou algo sobre seu atual peguete: “Tão complicado conseguir não levar a sério momentos com alguém que você já criou um sentimento forte.

 

A situação é a seguinte: ela tem um pau amigo. Aquele que a gente sabe que é só pegação mesmo e que a gente sempre acha que vai ser de boas, pois não vamos confundir tudo. Porém, nós vamos começando a curtir o jeito do cara, a forma como nos trata, vamos nos afastando emocionalmente de outras oportunidades, começando a criar expectativas, vontades, anseios, etc.

Por mais que saibamos que é só pegação, corremos esse risco e o primeiro erro é negar isso.

O segundo erro e o que ela está cometendo agora, como ela mesma me disse, é se contentar com o que ele quer oferecer: “Melhor isso do que nada”. Só que esse “nada” é sua sanidade mental, é sua chance de abrir espaço para quem vá te oferecer o que você merece. Afinal, nesse momento, o que você quer – que é ESSE CARA – você mesma sabe que não vai ter.

O que agrava ainda mais a situação é a nossa famosa autosabotagem e aqui vou usar outro exemplo dito por essa mesma moça: “Mas ele que sempre me procura, eu nunca vou atrás dele”.

Essa ideia louca de que se ele que procura, é porque está tudo bem, é uma coisa tão equivocada que nem sei por onde começar, mas vou tentar, fazendo uma pergunta:

Se vocês só saem quando ELE te procura, quando você está a fim, como faz? Espera ele procurar? Então acaba sendo só quando ELE quer, certo?

acredite mais em você e menos nos outros 01

Tem mais! Ela também me falou: “Mas ele me procura quando está mal, com problemas no trabalho, em casa, na família, não só para transar”.

Gata, olha só: ele sempre te procura quando ELE precisa desabafar, reclamar, chorar, de colo e de sexo. E você? Você está lá, sempre esperando e desmarcando o que tinha pra fazer, porque ele finalmente ligou.

Será que já não tem algo errado o suficiente nisso tudo?

Se não for o suficiente, tem mais ainda:

Ele disse que não quer nada sério agora porque está num momento difícil, não está preparado, etc.

Amiga, eu já vi milhares de relatos como o seu, onde o cara de repente conhece outra mina e tá namorando na semana seguinte, mesmo te garantindo que só não namora você porque não está preparado. E aí, ele vai te manter ali, na condição de amiga emergencial, porque sabe que você sempre vai acabar cedendo, porque você tem esperança de que um dia ele finalmente te dê uma oportunidade de ser levada a sério.

Pois bem: chega de viver nessa de esperar que ele te procure, de esperar que um dia ele perceba que você é mais do que mera fodinha, de esperar que ele te assuma, porque se fosse pra ser assim, ele já o teria feito, pois não há nada que o impeça, a não ser o fato de que ele só quer você como amiga colorida.

Se para você rola um desejo de mais do que isso, SAIA FORA. Não há outra opção, amiga. Caia fora, mas caia mesmo, não só da boca pra fora e só pra provoca-lo, porque se ele perceber, vai continuar te enrolando e agora mais ainda.

Não se submeta a migalhas, não aceite apenas o “melhor isso do que nada”, porque é melhor nada, do que só isso, sim!

No “nada” você tem 100% de chance de algo novo e, quiçá, melhor. Estará começando do zero, sem essa esperança tola e esse envolvimento emocional que te fazem pensar que tem algo, sendo que já não tem nada, na verdade, porque ele nem é nada seu.

Você não pode apresenta-lo como namorado, você não pode sair por aí de mãos dadas com ele, você não pode ligar pra ele para falar de qualquer coisa só pra dizer “oi”, você não pode falar que o ama, nem fazer declaração nas redes sociais, nem postar fotos românticas, você não pode planejar o natal com ele, nada. Você só pode esperar que ele te ligue e torcer pra que ele queira uma fodinha o quanto antes.

IMPORTANTE VOCÊ MERECE MUITO MAIS QUE ISSO!

Romântica, mas de um jeito nada romântico. Escrever é como construir uma colcha de retalhos: vou juntando pedaços de histórias, sentimentos e pensamentos meus, seus, de outras pessoas. E a cada vez que você me lê, me cita e me compartilha, enche meu coração de alegria e mostra para alguém um pouco mais de você, de mim e, claro, dela mesma.

Amo escrever, mas amo mais ainda ser lida. ♥

Mãe de Adolescente

Comentários

comentários

Comments are closed.