Cinco razões para conferir “Cinderella o Musical”

0

“Cinderella, o Musical” está em cartaz e é imperdível! Com produção brasileira, o musical conta de uma maneira divertida e atual a história da princesa que perde o sapatinho de cristal e tem seus sonhos destruídos à meia-noite. Quer mais razões para ir até o Teatro Alfa conferir? Aqui vão cinco:

cinderella o musical

  1. O espetáculo conta com efeitos praticamente em todas as cenas. O chamado 3D acontece da tela diretamente para o público. Os telões dão a impressão de que a cena está acontecendo ao seu lado, independente de qual assento esteja. Além disso, destaco a transformação de Bianca Tadini (Cinderella), de uma simples servente de sua madrasta a uma linda princesa, pronta para o Baile Real. Essa transformação ocorre em cena, de um jeito quase imperceptível.
  2. O teatro. Apesar de ser um lugar de difícil acesso para quem utiliza transporte público, a chegada vale a pena! Ambiente confortável, que conta com lanchonete e assentos assim que chegamos no saguão, também conta com ótimo atendimento.
  3. A atuação e sincronicidade entre os atores, que estão muito bem preparados e fazem com que a plateia ria e se emocione. Destaco Bianca Tadini e Giulia Nadruz. As duas tem muita química e sintonia.
  4. A abordagem de temas do nosso dia-a-dia, como política e luta pela igualdade de direitos entre classes sociais;
  5. Figurino. Está muito fiel ao que a obra original propõe, tendo em suas cenas vestidos exuberantes e roupas com muito brilho.

cinderella o musical

Vale a pena conferir! A peça está no Teatro Alfa, que fica na Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722 – Santo Amaro, São Paulo – SP. Para adquirir ingressos, os telefones de contato são: (11) 5693-4000 e (11) 0300 – 789 – 3377.

20160311_20505120160311_19563520160311_195605

Amo escrever, mas estou longe de me considerar escritora. Falo do que eu amo e do que me toca, sem exceção. Acredito que sonhos podem sim ser realizados, não importa quanto tempo leve para isso.
Mãe de Adolescente

Comentários

comentários

Comments are closed.