#NãoAoRótulo é sobre romper com estigmas e rótulos

0

Após os vídeos de Daniela Cicarelli e Júnior Lima falando abertamente dos rótulos que carregam a vida toda, uma campanha se deflagrou no Twitter anunciando o #NãoAoRótulo.

O assunto é recorrente nas redes sociais: rótulos e estigmas que podem destruir a vida de uma pessoa porque ela sucumbe ao desespero ou até porque podem acabar com a reputação, interrompendo carreiras, romances e etc.

Vira e mexe, alguém aborda o assunto e fala disso, de como isso o afetou ou afetou alguém próximo.

No entanto, todos nós somos vítimas e algozes nessa questão.

Sim! Tantas vezes somos nós mesmos os que rotulamos e estigmatizamos alguém, mesmo sabendo o tamanho da dor que isso causa. E muitas e muitas vezes fazemos isso, inclusive, jurando que estamos fazendo o bem.

A exemplo disso, podemos relembrar casos como o da moça que após um retrato falado ser compartilhado, ganhou o rótulo de sequestradora e bruxa e foi linchada e morta no litoral paulista, sendo que depois descobriu-se que ela era inocente.

E eu aposto que você já ouviu outras histórias de gente que perdeu muita coisa por causa de rótulo. Emprego, relacionamento e até mesmo posse de filhos. Porque estigmas e rótulos não destroem só a autoestima. Destroem a vida da pessoa, suas chances reais.

E aí que a hashtag #NãoAoRótulo ganhou força com influenciadores levantando questões extremamente pontuais, apesar de dolorosas, mas que tocaram fundo no público.

Os comerciais da Cicarelli e do Jr Lima foram só o estopim de uma chama acesa dentro de todos nós e de uma luta diária contra nós mesmos e contra nossos próprios medos.


Romântica, mas de um jeito nada romântico. Escrever é como construir uma colcha de retalhos: vou juntando pedaços de histórias, sentimentos e pensamentos meus, seus, de outras pessoas. E a cada vez que você me lê, me cita e me compartilha, enche meu coração de alegria e mostra para alguém um pouco mais de você, de mim e, claro, dela mesma.

Amo escrever, mas amo mais ainda ser lida. ♥

Mãe de Adolescente

Comentários

comentários

Comments are closed.