Amiga, ele só quer te comer

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Qual a mulher que nunca ouviu a frase “Amiga, ele só quer te comer”?

 

Uma coisa que é comum, é ver mulher se assustar com a descoberta de que o homem quer apenas sexo. O famoso “Amiga, ele só quer te comer” sempre nos dá aquela sensação de escandalizada, de “Que absurdo ele querer apenas sexo de mim”.

Mas não adianta negar, porque essa é uma verdade para todo e qualquer início de relação entre um casal: Ele só quer sexo ou, se não quer só isso, quer isso também.

E, ao contrário do que dizem, isso não é um defeito e nem é ruim. É simples: o homem vai se atrair pelo que ele viu, antes de mais nada. E o primeiro desejo que é despertado nele, é o sexual. Mas isso não significa que será o único e pronto!

É nessa hora que é legal pensarmos que, apesar dele querer só isso, ainda podemos mostrar que existem   muito mais qualidades do que a de ser apenas uma boa companheira sexual de uma noite só.

Para isso, é primordial sermos espontâneas, desencanadas e despreocupadas com essa nossa cobrança mental de querer impressionar.  Aquelas dicas de sempre: seja agradável, seja honesta e muito, muito divertida, valem ouro, afinal,  todo mundo gosta de gente divertida, educada, bonita, agradável. E espontaneidade é afrodisíaca, então não adianta encanar e tentar movimentos e falas ensaiadas ou calculadas nem ficar “testando o cara” com joguinhos, “armadilhas” e falas prontas. Apenas seja alguém legal e curta a companhia dele e, se ficar uma bosta, caia fora. Você não é obrigada.

Sobre sexo no primeiro encontro? Pode!

Se você sentir vontade, pode sim. Você pode o que quiser.

Só não vá depois de transar, fazer a famosa ceninha: “Ah… Nunca fiz isso antes. O que você vai pensar de mim?”.

Tenha em mente que se ele te julgar mal por fazer algo que ambos queriam (sexo no primeiro encontro, por exemplo), ele é quem não merece te ver novamente. É você que tem mais é que querer esse ser longe de você.

Então se tiver que transar no primeiro encontro, transe sem medo algum e continue sendo divertida, carinhosa, legal, companheira e honesta. Não precisa se redimir depois da transa, tentando explicar que nunca faz isso, que é moça de família, pra casar, nada disso. Você fez? Ótimo. Saia por cima, dona de si, porque é isso que você é!

Ah! E se quiser vê-lo de novo, deixe isso claro! Diga: “Adorei e seria bem legal te ver de novo, mas agora deu minha hora de ir embora”.

E, pelo amor de Nossa Senhora do Primeiro Encontro, não faça drama, não faça a linha carente, grudenta, possessiva, louca. Isso sim arruína qualquer chance de qualquer ser humano, afinal, NINGUÉM gosta de gente assim.

E se, por acaso, o cara gostar, caia fora porque é cilada e das mais graves.

Comentários

comentários

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.