Amor é como um papel em branco

Lembra quando você me mostrou uma folha de papel em branco e me disse que ela representava nosso amor?

Branco e puro, quase transparente e poderia ter tantas formas e dobras, até ficaria com algumas marcas, mas ainda seria o mesmo amor, assim como a folha ainda seria uma folha de papel. Mas era preciso ter cuidado, pois se rasgasse ele se dividiria e, mesmo colado novamente, ainda haveria uma divisão.

Então você me abraçou e disse que nada rasgaria nosso amor, pois você o guardaria bem guardadinho longe do alcance de qualquer perigo. E eu me aconcheguei no teu colo, te olhei sorrindo e pensei em como era bom estar ali, sentindo-se acolhida, completa. E que ser feliz no sentido de efusividade nem era nada, perto daquela quietude, daquela paz que você me transmitia.

Ah… Se os momentos fossem eternos. Se a vida parasse ali para sempre, tudo seria perfeito! Pena que “nosso papel em branco” virou rascunho de palavras de grosseria, de ofensas infundadas, virou lugar onde registramos os piores rancores e mágoas.

Não cuidamos bem do nosso amor… Ele não se rasgou, mas voou para longe, se atolou na lama de uma poça d’água até se desfazer. Nunca nos perdemos um do outro, mas perdemos o que havia de melhor entre nós. Perdemos a razão principal que nos unia, a única que merecia nossa dedicação. Jogamos fora nosso papel, que era em branco, e se tornou um “risque-rabisque” descartado e esquecido.

Sinto saudades de nós. Sinto saudades de como sua ternura me aconchegava, de como eu era alguém melhor quando estava com você e de como eu sonhava que vida fosse para sempre como naquele momento, sem anseios maiores, sem desejos profundos, apenas aquilo ali.

Nosso amor é aquele momento, aquela ternura. Mesmo que hoje não estejamos mais lá, nosso amor ainda será sempre aquilo.

♥ Curte lá minha fanpage? Thatu Nunes ♥

Comentários

comentários

About Author

Romântica, mas de um jeito nada romântico. Escrever é como construir uma colcha de retalhos: vou juntando pedaços de histórias, sentimentos e pensamentos meus, seus, de outras pessoas. E a cada vez que você me lê, me cita e me compartilha, enche meu coração de alegria e mostra para alguém um pouco mais de você, de mim e, claro, dela mesma.

Amo escrever, mas amo mais ainda ser lida. ♥

Comments are closed.