Bruna Novo

Social media, publicitária, jogadora, leitora, apaixonada por cachorros, séries, vinhos, piratas e dragões. Host do Hitbox News Update e Community Ambassador na @hitboxlive, @hitboxlivebr e @hitboxliveLA. Quer saber mais? Me segue no Twitter: @NinaLoneWolf.

Boatos e linchamento virtual: cuidado com o que você compartilha

Boatos e linchamento virtual: cuidado com o que você compartilha

menos de 1 minuto “Vamos compartilhar isso até encontrar esse desgraçado” Já parou pra pensar que talvez aquela pessoa ali na foto, sendo acusada das maiores atrocidades, possa na verdade não ser nada daquilo que a mensagem está dizendo? Pois devia. Todo mundo sabe muito bem que qualquer um pode escrever um post em qualquer rede social sobre qualquer coisa, fazendo acusações com uma foto pública de qualquer um (de nós). Pode ser um ato extremo de vingança, uma piada de péssimo gosto. Ou pode Continue lendo

Reflexão: Por que a aparência importa tanto?

Reflexão: Por que a aparência importa tanto?

menos de 1 minuto Afinal, por que a aparência importa tanto? Entro em uma loja e começo a olhar os vestidos. Ignorada pelas vendedoras, tenho liberdade de julgar em silêncio os diferentes tecidos, cortes, preços. Minutos depois uma bela mulher beirando seus quarenta anos entra, saltitante. Todas sorriem, oferecem café, desejam mostrar a nova coleção, indagam sobre a família. Em um canto observo tudo segurando um sorriso de ironia e vivacidade. Isolada entre as araras como se fosse uma maldita leprosa, eu mal posso Continue lendo

Sobre a solidão de ser exatamente quem você é

Sobre a solidão de ser exatamente quem você é

menos de 1 minuto A solidão de ser exatamente quem você é… Quem nunca sentiu isso? E muitas vezes corremos de nós mesmos. E alguns jamais voltam para si. Alguns jamais voltam a ser exatamente quem você é… Crescer é a pior coisa que pode acontecer com alguém. E inevitavelmente acontece com todos. Dói todo santo dia. Crescer machuca, deixa marcas e é um processo infinito que (na minha opinião) não acaba nem mesmo com a morte. Acho que a gente morre e muda. Vira outra coisa. Continue lendo

Electronic Arts remove restrições de gênero em “The Sims 4”

Electronic Arts remove restrições de gênero em “The Sims 4”

menos de 1 minuto A Eletronics Arts, querendo se certificar de que todos em sua comunidade diversificada se sintam incluídos e tenham a capacidade de se expressar na criação e edição de seus personagens dentro do jogo, pretende eliminar a limitação de gênero na criação de personagens em uma atualização do jogo que estará disponível em breve. Todos os Sims poderão usar roupas e acessórios anteriormente disponíveis apenas para gêneros específicos. Mais de 700 opções de personalização que antes só podiam ser selecionadas para um gênero, estarão disponíveis para todos. Além de roupas, as Continue lendo

Por que as redes sociais precisam melhorar seu suporte em casos de assédio

Por que as redes sociais precisam melhorar seu suporte em casos de assédio

menos de 1 minuto Parece óbvio e bastante banal, mas quando um usuário (ou uma marca) sofre com o assédio online, as redes sociais costumam ser omissas e negligentes, permitindo que agressões se perpetuem e em alguns casos, até ameaças de violência física sejam consideradas inofensivas. Quando as perseguições (muitas vezes caluniosas) começam a se espalhar como rumores verdadeiros, a imagem de uma marca (ou indivíduo) podem ser seriamente danificados e muitas vezes danos irreversíveis podem ser feitos a companhias, carreiras e pessoas. Os casos de bullying on Continue lendo

Pesquisa mostra que 100% das mulheres gamers já sofreram assédio

Pesquisa mostra que 100% das mulheres gamers já sofreram assédio

menos de 1 minuto A Universidade Estadual de Ohio, desenvolveu um questionário digital para que as jogadoras relatassem suas experiências, todas as 293 mulheres que responderam ao questionário afirmaram jogar durante pelo menos 22 horas semanais e relataram já ter sofrido assédio. Embora  a pesquisa englobe um universo pequeno e tenha sido aplicada a um público específico, os resultados assustadores expõem uma realidade antiga e amplamente conhecida por nós, mulheres gamers. Homens e mulheres costumam ser assediados diariamente em comunidades gamers online, os chamados haters estão por toda parte e todos Continue lendo

Videogame é coisa de menina, sim!

Videogame é coisa de menina, sim!

menos de 1 minuto Segundo a pesquisa Game Brasil 2016, feita pela agência de tecnologia interativa Sioux e divulgada na quarta-feira (dia 16/03), as mulheres representam 52,6% do público que joga videogame no Brasil. A presença do público feminino nos jogos não é nenhuma novidade, mas observando as pesquisas, o crescimento desta presença se torna cada vez mais evidente. Se observarmos por exemplo as pesquisas realizadas pelo mesmo instituto, podemos constatar que em 2013, o público feminino que se considerava gamer era de cerca de 41% do Continue lendo