Vou evitar falar do que penso sobre padrões e ditaduras da beleza, porque estou evitando a fadiga.

Quero falar do MEU padrão de beleza. Aquele que ME faz incomodar. Aquele que ME diz que estou bem ou não, bonita ou não. Aquele que EU defini para MIM como ok e o qual EU persigo.

Eu quero emagrecer 12 kg.

Por quê? Porque quando eu pesava 12 kg a menos eu era muito mais feliz, saudável, amável, ativa, divertida, etc.

Não há nenhum motivo que me faça querer ser mais magra do que estou hoje, além de todos esses motivos aí, atrelados ao “me sinto mais bonita”. E, claro, porque sei que as pessoas também gostam mais de mim 12kg mais magra, afinal, eu estando mais feliz, elas ficam mais felizes também.

Mas sabe o que é mais foda? É que ao falar de mim, sobre meu padrão de beleza, sobre o que considero melhor PARA MIM, afeta gente que acha que eu deveria amar estar 12 kg mais gorda ou então omitir que acho melhor emagrecer.

Essas pessoas consideram o fato de eu achar melhor ser magra, uma investida contra elas preferirem estar gordas, se amarem sendo gordas, etc. Não é! Por mim, se você gosta de ser gorda, acha ok ser gorda, é feliz sendo gorda, etc, cara, seja gorda! Te dou muita força.

Contudo, eu ainda prefiro ser magra, eu sou mais feliz sendo magra. Sou baixinha, tenho estrutura estreita, sou mirrada. Não gosto de como fico quando engordo. Não gosto do meu rosto quando engordo. Não gosto de como as roupas me vestem.

Assim, ontem, iniciei o #ProjetoThatuDoEmCima. Comecei com exercícios de alongamento, série de Williams e abdominais. Semana que vem inicio caminhada e efetivo a dieta mais leve, tentando eliminar o refri completamente.

Convido a aquelas que gostariam de emagrecer, a virem comigo nessa jornada. Caso você não queira, ótimo, também te convido a acompanhar essa minha saga e sofrer e rir da minha cara a cada vacilada, porque a vida é muito curta pra não podermos rir juntas das próprias agruras.

Bom… Eu parei de fumar. Então acho que consigo emagrecer também. FORÇA!

Ah, só pra registrar – OBJETIVO:

Eu/2013

 

Eu/2012

 

Eu/2012

Quando eu começar a emagrecer, coloco foto de como estou agora e faço os comparativos.

Comentários

comentários

About Author

Romântica, mas de um jeito nada romântico. Escrever é como construir uma colcha de retalhos: vou juntando pedaços de histórias, sentimentos e pensamentos meus, seus, de outras pessoas. E a cada vez que você me lê, me cita e me compartilha, enche meu coração de alegria e mostra para alguém um pouco mais de você, de mim e, claro, dela mesma. Amo escrever, mas amo mais ainda ser lida. ♥

Comments are closed.