[Você pode ler esse texto ao som de All you need is love – Beatles]

Novo. Tudo é novo.

Quando você se permite mudar e recomeçar do início, passando uma borracha em tudo que aconteceu na sua vida até então, você se transforma.

Eu lembro bem quando decidi mudar e arriscar e de fato não me arrependo desse turbilhão que foram os últimos 4 anos.

Dois mil e doze não foi um bom ano para mim. Já comecei o primeiro dia de Janeiro com o pé esquerdo, já que o direito, recém operado, não “funcionava” bem!

Confesso, tive sim momentos bons, mas que não passaram de sete dias corridos.

Aí é normal de qualquer um, né? Estourei!

Parei para rever todos os meus conceitos, pois compreendi que o errado não era o universo, conspirando contra mim e sim eu, que estava errante, caminhando em círculos.

Coisas ruins acontecem com todo mundo, todos os dias, não importa o quão boa a pessoa é… as vezes certas coisas precisam acontecer pra fazer a gente abrir a mente. Me permiti.

A viagem foi decisiva para mudar.

Pisar em terras nunca antes vistas pelos meus olhos, provar gostos e bebidas diferentes e sentir uma paixão súbita por algo desconhecido me fez não ter mais medo de recomeçar.

Me reencontrei. Voltei decidida a tentar o positivo, sempre!

Descobri meu corpo, minhas defesas, meus medos, minhas dúvidas e não tive medo de me auto questionar.

Aos poucos passei a gostar mais do reflexo que via no espelho.

Tão estranho! O espelho era o mesmo, mas o reflexo.. ah! Tão diferente!!!

Percebi que o reflexo nada mais é do que o resultado de um começo de auto aceitação!

De lá para cá foram quatro anos que contarei nessa jornada com vocês leitoras do Logica Feminina.

Uma história de auto aceitação, de aprender a me amar e sentir que já era hora. Que eu finalmente estava pronta para me apaixonar por alguém. Porquê mais do que nunca, eu já estava transbordando de amor por mim!

E ah! Como é bom dividir a vida com alguém.

Eu estava  pronta para recomeçar. E você? Está pronta para isso?

Quem sabe juntas, dividindo minhas histórias a gente consiga crescer mais?

Eu? Bom, eu perdi aquele medo que travava meu coração.

Eu compreendi o que é e viver o ” Carpe Diem”. Posso seguir adiante sem aquele medo de errar, pois mais importante que errar, é viver!

A little bit of love ❤

Comentários

comentários

About Author

Já passou por cima de muita coisa, já caiu muitas vezes e se quebrou outras tantas (o tornozelo, principalmente rsrs), mas sempre lutou para se levantar e até caída, permanece de pé! Meu sonho sempre foi ser a mulher Maravilha, mas acabei virando um projeto de Iron Girl ;)

Comments are closed.